Contra Santana - Encerrado a 10.03.2005

quinta-feira, setembro 30, 2004

Apologia de Goldwater

O dos casos mais exemplares para compreender a evolução da direita norte-americana é a passagem de Barry Goldwater (1909-1998) da extrema-direita para a extrema esquerda do partido republicano, sem nunca ter mudado de posição.
Goldwater foi o candidato presidencial republicano em 1964 (contra Lyndon Johnson), tendo registado uma esmagadora derrota. Anticomunista radical, desbocado em política externa ("Let's lob a nuclear bomb into the men's room at the Kremlin"), defensor de um radical recuo económico do estado, foi-lhe ainda colada uma talvez injusta imagem de racista (opôs-se ao Civil Rights Act de 1964 com o fundamento de que representava um excessivo intervencionismo do Governo Federal). Tudo isto levou à percepção de que era um extremista (o slogan contra ele foi "in your guts, you know he's nuts".
O problema é que Goldwater fazia tudo isto por ser um liberal (hoje dir-se-ia libertário) na tradição intelectual de F. Hayek - um defensor radical dos direitos individuais face ao estado. A minha frase favorita de Goldwater é a famosa "extremism in the defense of liberty is no vice (…) moderation in the pursuit of justice is no virtue".
O actual partido republicano herdou o radicalismo de Goldwater em política externa e contra o Welfare State ("lazy, dole-happy people who want to feed on the fruits of somebody else's labor"), mas optou pela direita religiosa cristã em vez da tradição intelectual libertária.
Para esta direita Goldwater não tinha qualquer paciência: "I am angry as a legislator who must endure the threats of every religious group who thinks it has some God-granted right to control my vote in the Senate". Daí as suas posições contra o mainstream republicano, e em nome dos direitos individuais, por exemplo, defendendo o direito da mulher à decisão de abortar ou a liberdade de orientação sexual - "everyone knows that gays have served honorably in the military since at least the time of Julius Caesar"

Goldwater defendeu posições que são contrárias à minha visão sobre justiça social e o papel do Estado na promoção desta, mas na defesa dos direitos individuais estou muitas vezes com ele. E tenho pena de raramente encontrar uma direita assim.


 
FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com