Contra Santana - Encerrado a 10.03.2005

terça-feira, outubro 19, 2004

Belmiro dixit

«Já defendi a tese de que um Governo precisava de ter apenas dez ministros. Chegava e sobrava. Era um modelo simplista, mas não simplório. Este Governo, neste aspecto, é muito mais avançado do que o meu: sobram-me os dedos de uma mão para contar cinco ministros bons. É mais magro, mas são poucos de facto. (...) Este regente distrai à brava a oposição, promete e despromete todos os dias a mesma coisa, que é típico do entertainer e não tem nenhuma capacidade para servir o País. Estou a dizer o que ele próprio disse. Aqui há uns anos, ele considerou-se incompetente para ser primeiro-ministro e, curiosamente, naquela altura, usou uma frase que era: “O melhor de nós todos é o Álvaro Barreto”. E, eu concordo com o que ele, na altura, disse. Ele é claramente incompetente. Não é conhecido por ser bom decisor, nem na vida privada nem na gestão autárquica. Outra coisa que ele disse foi que era imprevisível. De um momento para outro foi nomeado regente. É muito difícil para o Presidente da República mudar um primeiro-ministro eleito, mas mudar um regente é muito mais fácil. (...) Temos eleições à porta e sabemos muito bem que Santana Lopes não é perito em votos: nunca ganhou eleições nenhuma de âmbito nacional e dentro do partido. Em Lisboa, que apesar de grande, é uma autarquia, foi o concorrente que perdeu. Na Figueira, prometeu tudo para passar o teste partidário. Ele, para ser primeiro-ministro tem de ganhar a liderança do partido e ganhar à oposição.».
Não escrevi nenhuma das frases atrás citadas de mote próprio; mas tenho pena! Estas e outras pérolas congéneres sobre o chefe deste (des)governo na Única nº1668 que acompanha o Expresso de dia 16 deste mês. Avé, Belmiro!

1 Comments:

  • Belmiro... havia tanto para escrever sobre este senhor...
    Algumas das coisas que realizou tem algum mérito, mas a maior parte (sem comentários)
    Muito boa gente, se tivesse tido a oportunidade que Belmiro teve, teria construído o império Sonae ou melhor.
    Privar uma família, que o apoiou no inicio de vida, do património herdado e com isso construir um império é de mérito discutível.
    Usar dinheiro dos seus Fornecedores (utilizando prazos de pagamento de 120 dias e mais) para aumentar/financiar o seu império, parece-me tb fácil...

    Em todo o caso e sobre os comentários transcritos para este Blog, digo:

    1º. O número de ministros de cada Governo deverá estar relacionado com as necessidades do Pais, asneiras a corrigir, e a sua qualidade no final veremos...
    2º. Promete e despromete, este problema está relacionado com a interpretação dada pelos media aos "bits and pieces" que vão apanhando (sempre bem intencionados claro). O Sr.Belmiro nunca avançou para nenhum negocio e depois recuou vendendo a algum banco ou fazendo alguma negociata com uma empresa pública ou mesmo com o Estado (sempre com beneficio para o Povo Português - que é coisa preocupa muito o Sr.Belmiro).
    3º. Nenhuma capacidade para servir o Pais - este comentário vindo de quem vem só dá vontade de Rir - a ver vamos...
    4º. Não é perito em votos - esta é muito boa !!! devia fazer "Stand Up Comedy".
    5º. Nunca ganhou nenhuma eleição de âmbito nacional - ganhou uma local que teve consequências nacionais... É um feito único :-)))
    6º. Em Lisboa foi o concorrente que perdeu - é só rir... acho que é sempre assim quando alguém ganha o concorrente perde - mas neste caso os votos provam que não foi assim, foram conquistados um a um, e sem a ajuda do poder do papá...
    7º. As suas vitorias eleitorais sempre foram as mais difíceis, aquelas que mais ninguém queria...
    8º. Na Figueira ?!? - a obra esta lá, parece que a maioria gosta da obra feita... claro que ha sempre uns insatisfeitos, é normal, e são esses que apareceu nos media...
    9º. Ganhar a liderança do partido - Chegou a Vice do 1º. ninguém contestou, é sabido que em caso do 1º.sair passa o vice e o Partido apoiou, portanto ganhou a liderança.
    10º. Ganhar a oposição a ver vamos... é só esperar...

    É só olhar para a vida de Santana e de Socrates - está tudo dito... um continua a ter o que sempre teve o outro anda de Mercedes topo de gama e vive num dos edifícios mais caros de Lisboa, isto tudo à custa dos salários dos cargos públicos que tiveram. Realmente o Sr.Socrates gere muito melhor... até consegue viver como se ganhasse 5 ou mais vezes o que realmente ganha, é disto que nós precisamos...

    Tenho dito...

    By Anonymous Anónimo, at 10:34 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home


 
FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com