Contra Santana - Encerrado a 10.03.2005

quarta-feira, outubro 20, 2004

O soba da Madeira

Peço perdão, à Conchita, mas é absolutamente necessário dar uma achega a um post, onde são focadas algumas das inusitadas declarações (perdõem-me o pleonasmo) de Alberto João Jardim. A história começa assim: Funchal, dezassete de Outubro. Alberto João mais a sua caterva de seguidistas entram em histeria perante mais uma vitória do seu partido.O homem que é conhecido pelos dislates mais pornográficos da nossa imberbe democracia, e que sofre de uma doença incurável, "Priapismo quando vê microfone" (ao que parece Rui Gomes da Silva é o mais recente caso), dispara em todas as direcções. Fala em limpeza e em purga, para todos aqueles que tiveram a coragem de lhe desobedecer ou que reiteradamente o desafiaram (alguns políticos do outro lado da barricada e, claro, a Comunicação Social). Pois bem, é aqui que a porca torce o rabo! Em declarações recentes, vindas a lume num diário local - Diário de Notícias da Madeira - que, por mero acaso, é o único que não é controlado pelo Governo Regional, o homem diz que o aviso que fez à Comunicação Social não passou de "show" para continental ver. Diz o alarve: "porque estavam os vossos colegas do continente e convinha que eles ouvissem um político falar de uma maneira diferente", mais , "se eu magoei alguém peço desculpa,mas aquilo era para os outros". Perante o exposto...o que fazer?

2 Comments:

Enviar um comentário

<< Home


 
FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com