Contra Santana - Encerrado a 10.03.2005

sexta-feira, novembro 12, 2004

Pescadinha de rabo na boca

O presidente da Associação de Funcionários Judiciais, Fernando Jorge, revelou que o Ministério Público está a deixar prescrever processos de penhora por falta de orçamento para pagar as taxas da Justiça. E, pergunto eu: estando o Estado de tanga, por que razão não vão meter os papéis à Segurança Social para terem apoio judiciário como faz o comum dos mortais?


 
FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com