Contra Santana - Encerrado a 10.03.2005

quarta-feira, janeiro 26, 2005

É notável!

Depois do Lâmpada ter corrido com o Lopes e a sua corja de acólitos muito se tem discutido e escrito sobre o que é um (des)governo de gestão e, consensualmente, tem-se admitido que este tipo de (des)governo deve praticar actos de mera gestão traduzindo-se isto em dizer que esses mesmos actos tenham que ter imanente um carácter de urgência.
Hoje, no pasquim da República (vulgo Diário da República) publicam-se - nada mais, nada menos - do que a mísera quantia de três decretos-leis e quatro portarias (mais uma catrefada de leis da AR elevando a cidades metrópoles tão distintas como a Mêda, Sabugal e Valbom). E, o mais curioso, é que a última portaria hoje publicada é a 108ª do ano quando, há exactamente 365 dias atrás, o (des)governo da altura ainda só tinha publicado 105 portarias!
Abençoados actos urgentes...


 
FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com